PELOURINHO

A palavra "pelourinho" se refere a um instrumento de punição legal utilizado pelos portugueses em todas as cidades do Brasil. Era um poste de madeira ou de pedra, com argolas de ferro, erguido em praça pública, onde os infratores da lei eram amarrados e chicoteados. No Brasil Colônia, porém, era, principalmente, usado para castigar escravos.

O pelourinho de Salvador foi instalado no século 16, com a fundação da cidade. Inicialmente, localizava-se na Praça Municipal (atual Praça Thomé de Sousa). Foi transferido depois para o Terreiro de Jesus e, com o protesto dos jesuítas, transferido para um local após as Portas de São bento.  Em 1807, foi instalado no atual Largo do Pelourinho, até que esse tipo de punição fosse extinto, cerca de 30 anos depois.

História
01.jpg
Fundação casa de Jorge Amado

A história do bairro  soteropolitano  está, intimamente, ligada à história da própria cidade, fundada em 1549 por Tomé de Sousa, primeiro governador-geral do Brasil, que escolheu o lugar onde se localiza o Pelourinho por sua localização estratégica — no alto, próximo ao porto e com uma barreira natural constituída por uma elevação abrupta do terreno, verdadeira muralha de até noventa metros de altura por quinze quilômetros de extensão, facilitando a defesa da cidade.

Com o tempo o nome Pelourinho foi se popularizando e o pelourinho se tornou o nome do bairro. Até o inicio do século XX o Pelourinho foi o bairro nobre de Salvador sendo habitados por políticos, senhores de engenho, comerciantes e membros do alto clero fato que deu ao bairro um ar europeu (toda sua arquitetura foi baseada no estilo barroco-português).

Com o tempo o nome Pelourinho foi se popularizando e o pelourinho se tornou o nome do bairro. Até o inicio do século XX o Pelourinho foi o bairro nobre de Salvador sendo habitados por políticos, senhores de engenho, comerciantes e membros do alto clero fato que deu ao bairro um ar europeu (toda sua arquitetura foi baseada no estilo barroco-português).

Foi a partir dos anos 50 que o bairro soteropolitano sofreu um forte processo de degradação  A cidade expandiu, se modernizou e as atividades econômicas foram transferidas para outros bairros de Salvador. Abandonado o bairro se tornou marginalizado e zona de prostituição e venda de drogas. Tornou-se moradia popular e ficou internacionalmente conhecido por sua intensa cultura negra.

Passaram-se três décadas e somente nos anos 80 o Pelourinho se tornou Patrimônio da Humanidade. Dez anos depois a região sofreu o processo de revitalização do Centro Histórico, desapropriando moradores dando lugar a construção de bares, restaurantes e comércio. Transformou-se em um local de referência para a cultura baiana. Passou a atrair turistas nacionais e estrangeiros bem como artistas de diversas áreas.

03.jpg
02.jpg
Pelourinho

Passaram-se três décadas e somente nos anos 80 o Pelourinho se tornou Patrimônio da Humanidade. Dez anos depois a região sofreu o processo de revitalização do Centro Histórico, desapropriando moradores dando lugar a construção de bares, restaurantes e comércio. Transformou-se em um local de referência para a cultura baiana. Passou a atrair turistas nacionais e estrangeiros bem como artistas de diversas áreas.

Em 1808 na eminencia da invasão francesa à Portugal, a família real portuguesa se transferiu para o Brasil. Com a vinda da família real para o Brasil D. João VI sancionou uma serie de decretos (abertura de portos, alianças comerciais com aliados, etc) dentre eles o então Rei do Brasil autorizou a criação da primeira faculdade do nosso país. O edifico abaixo é o edifício da primeira faculdade do Brasil. Hoje o edifício da primeira Faculdade do Brasil ainda abriga o curso de medicina ligado a UFBA.

Em 1808 na eminencia da invasão francesa à Portugal, a família real portuguesa se transferiu para o Brasil. Com a vinda da família real para o Brasil D. João VI sancionou uma serie de decretos (abertura de portos, alianças comerciais com aliados, etc) dentre eles o então Rei do Brasil autorizou a criação da primeira faculdade do nosso país. O edifico abaixo é o edifício da primeira faculdade do Brasil. Hoje o edifício da primeira Faculdade do Brasil ainda abriga o curso de medicina ligado a UFBA.

05.jpg

O prédio da faculdade de medicina esta localizado na praça 15 de novembro ou terreiro de jesus onde também esta localizada a catedral de Salvador e casarões tombados pelo patrimônio histórico.

Próximo ao terreiro de Jesus encontra-se a praça do largo do cruzeiro e a igreja e o convento de São Francisco de Assis. A fachada da Igreja de São Francisco é um dos poucos exemplares brasileiro do estilo churrigueresco. A historia dos franciscanos em Salvador começa com 1587 com a chegada dos primeiros membros da ordem. Esses    primeiros franciscanos habitavam o local onde hoje encontra-se a entrada do convento. O primeiro convento foi iniciado em 1590 e no ano de 1686 foi lançada a pedra fundamental do atual convento. A construção da igreja teve inicio no ano de 1708 que só foi concluída em 1723.

O claustro do convento só terminou por volta

de 1794.

O interior do convento é tão rico quanto o exterior (culturalmente falando pois financeiramente falando é muito mais rico) onde a visita ao complexo é dividida em 5 partes:

1- A Portaria do convento possui 8 painéis de pintura sobre tábua que representam vultos da ordem franciscana, uma notável  pintura no teto mostrando uma apoteose à Virgem Maria e um pequeno altar de talha barroca dedicada a São Francisco.

2- O Claustro do convento é todo revestido de azulejos  portugueses. Na parte inferior do claustro os azulejos retratam cenas baseadas em gravuras do pintor holandês Otto van Veen, apresentando personagens da mitologia em cenas edificantes, com epígrafes extraídas da obra do poeta e filósofo Horácio. O  claustro apresenta a segunda maior extensão de paredes  azulejadas     do mundo, perdendo apenas para a igreja de São Vicente de Fora em Lisboa

3- Sacristia – Destaque para        dividido em 48 quadros  com o emblema       da      Ordem        dos Franciscanos, ao  centro também  possui um altar barroco com um cristo em marfim além do armário de gavetinhas feito pelo Frei Luis de Jesus

4- A Igreja- A igreja de São Francisco  construída no estilo Barroco (ou estilo colonial) também  é conhecida como a igreja de ouro. Reza a lenda que nesta igreja foram utilizados  mais de 800 kg de ouro e foi considerada uma das 7 maravilhas do reino de Portugal. Os painéis de azulejo representam cenas da vida de São Francisco de Assis. Nas laterais da igreja temos as capelas de São Benedito, São Pedro de alcântara, São José, São Luiz de Tolosa e Santo Antonio. A altar-mor temos a escultura "o crucificado abraçando São Francisco" de Pedro Ferreira além dos altares de Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da gloria, Sant'Ana, Santa Luzia e Santa Efigênia.

5- Saindo do convento de São Francisco e caminhando sentido praça Tomé de Souza passamos pela Praça da Sé. O nome é Praça da Sé, mas como foi mencionado a catedral de Salvador esta na Praça 15 de Novembro, pois a antiga Sé foi demolida para dar passagem aos trilhos dos bondes de Salvador (1933) no local da antiga sé foi construído o monumento da cruz caída.

12.jpg
08.jpg
09.jpg
10.jpg
11.jpg